O que é uma funilaria?

O serviço de funilaria em um veículo vai muito além da estética, ele é importante também para propiciar conforto ao motorista e seus passageiros, bem como valorizar o veículo. Manter a boa aparência e a conservação das partes físicas do veículo são de suma relevância, afinal, é o cuidado com um bem tão valioso – é por isso que o serviço de funilaria e de pintura são essenciais. 


Mas o que faz a funilaria? Trata-se de um serviço cujo objetivo é recuperar e/ou substituir algumas partes do seu veículo (de qualquer uma das categorias automotivas disponíveis), que foram danificadas por alguma razão (como um acidente, uma batida ou o desgaste com o tempo).


A pintura automotiva, por sua vez, é uma técnica que aplica proteção à carroceria, como tintas específicas para áreas internas e externas do veículo, anticorrosivos, entre outros produtos, com o intuito de corrigir danos na lataria do veículo, valorizando a pintura e a estética do carro ou da moto.


Um bom serviço de funilaria e de pintura pode valorizar muito a aparência de partes como: assoalhos, laterais, teto, latarias amassadas, entre outros. Tais itens podem ser trocados ou ainda rejuvenescidos com os serviços de funilaria e pintura. 


Tanto o serviço de funilaria quanto a pintura são altamente indicados para o reparo de danos estéticos no automóvel, seja para a restauração completa da peça ou ainda para a substituição da peça atingida – a depender sempre da profundidade da avaria.


Além dos reparos automotivos, o funileiro tem como responsabilidade:


    a) Diagnosticar os danos que o automóvel sofreu e, consequentemente, determinar os reparos necessários. Assim, cabe ao funileiro profissional indicar se o ideal é o reparo ou a substituição das peças.

    b) Desamassar superfícies.

    c) Fazer acabamentos em superfícies.

    d) Soldar peças metálicas.

    e) Montar e desmontar carrocerias.

    f) Montar e desmontar tapeçarias.


Mais uma vez, vale a pena destacar que o serviço de pintura é diferente do serviço de funilaria – embora eles possam ser complementares, afinal, ambos são essenciais para o bom acabamento de um automóvel.